Obama nomeia Nobel de Física para pasta de Energia

Presidente eleito reforça expectativa de que seu governo promoverá grande mudança nas políticas energética e ambiental

Fernando Dantas, O Estadao de S.Paulo

16 de dezembro de 2008 | 00h00

O presidente eleito Barack Obama reforçou ontem a expectativa de que seu governo promoverá uma grande mudança nas políticas energética e ambiental dos EUA, com prioridade ao combate do aquecimento global, ao anunciar em entrevista coletiva em Chicago sua equipe para essas áreas. O principal nome foi o do prêmio Nobel de Física Steven Chu, diretor do Laboratório Nacional Lawrence Berkeley, na Califórnia. Chu é considerado um dos mais importantes defensores do uso de formas alternativas de energia para combater o aquecimento global provocado pela emissão de gases de efeito estufa.Obama disse que os EUA têm de combater sua dependência de petróleo importado, que deixa o país vulnerável a "regiões instáveis" do mundo, e contribui para o aquecimento global e suas conseqüências, como as tempestades tropicais e o recuo da linha costeira. Comentando que há três décadas o Executivo e o Legislativo americano tentam atacar o problema da dependência de petróleo, com inúmeros programas que tiveram pouco resultado até hoje, Obama declarou que "agora tem de ser diferente, não podemos falhar".Em seu breve pronunciamento, Chu defendeu a idéia de que as medidas para reanimar a economia americana devem se combinar com a política energética de buscar fontes alternativas e reduzir as emissões e a dependência do petróleo.Chu citou o físico brasileiro José Goldemberg, ex-reitor da Universidade de São Paulo (USP) e professor do Instituto de Eletrotécnica e Energia da mesma instituição, ao mencionar um trabalho no qual participaram, "Iluminando o Caminho: Em Direção a um Futuro de Energia Sustentável" (o relatório é de 2007 e é uma encomenda dos governos do Brasil e da China). O trecho citado por Chu foi o de que "acreditamos que um apoio agressivo à ciência e à tecnologia energéticas, com incentivos para acelerar o desenvolvimento e aplicação de soluções inovadoras, pode transforma o cenário inteiro da demanda e oferta de energia". Obama também nomeou Carol Browner, ex-chefe da Agência de Proteção Ambiental (APA), para chefiar um conselho da Casa Branca sobre energia e clima. Lisa Jackson, ex-chefe da agência ambiental de New Jersey, será titular da APA. E Nancy Sutley, vice-prefeita de Los Angeles, chefiará o Conselho de Qualidade Ambiental.FUTURAS NOMEAÇÕESFontes democratas disseram ontem que Obama nomeará o senador pelo Colorado Ken Salazar como secretário do Interior, e Arne Duncan, chefe das escolas de Chicago, como secretário da Educação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.