Obama oferece ajuda à Indonésia após terremoto, tsunami e erupção

113 pessoas morreram no país devido a tsunami e tremor; erupção de vulcão deixou 18 mortos

Efe,

26 de outubro de 2010 | 22h52

WASHINGTON- O presidente Barack Obama ofereceu nesta terça-feira, 26, ajuda à Indonésia após o país ter sido atingido por um tsunami causado por um terremoto de 7,5 graus na escala Richter, que causaram ao menos 113 mortos.

 

Veja também:

mais imagens Galeria de fotos: A fúria do vulcão Merapi

 

Além dos dois fenômenos, o vulcão Merapi, situado na ilha de Java, entrou em erupção, deixando ao menos 18 pessoas mortas por queimaduras.

 

"Como amigo da Indonésia, os Estados Unidos estão preparados para ajudar em qualquer coisa", declarou o presidente em um comunicado divulgado pela Casa Branca em que transmitiu suas condolências.

 

"Michelle e eu estamos profundamente tristes pelos mortos, feridos e os danos", disse Obama.

 

Ao mesmo tempo, o governante informou que se sente alentado pela capacidade de recuperação dos indonésios e o compromisso do governo do país em dar assistência imediata às vítimas.

 

"Nossos pensamentos e orações estão com o povo da Indonésia e aqueles afetados por essa tragédia", acrescentou.

 

Mais de 500 pessoas foram dadas como desaparecidas depois que o tsunami atingiu as ilhas Mentawai. Até agora, a Agência Nacional de Gestão de Desastres do país indicou que dez povoados das ilhas foram destruídos ou danificados pelo tremor de ontem e o tsunami originado depois.

 

O arquipélago das Mentawai, 150 km a oeste da costa de Sumatra e habitado por cerca de 68 mil pessoas, é formado por 70 ilhas, que há vários anos se tornaram um dos destinos do sudeste da Ásia mais visitados pelos aficionados ao surfe.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.