Obama ordena revisão das práticas de deportação

O presidente dos EUA, Barack Obama, ordenou uma revisão nas práticas de deportação para analisar se a aplicação das leis migratórias pode ser mais humana. Em comunicado, a Casa Branca informou que Obama se reuniu hoje com líderes da bancada hispânica no Congresso para discutir as mudanças.

AE, Agência Estado

13 de março de 2014 | 23h25

Segundo o documento, Obama manifestou aos legisladores que está profundamente preocupado com o sofrimento que as famílias sentem quando são separadas por um sistema migratório disfuncional. O presidente pediu ao secretário de Segurança Nacional, Jeh Johnson, que faça um levantamento para ver se a aplicação das leis pode ser feita de modo mais humanitário, embora com o estrito cumprimento da lei.

Ativistas em defesa dos direitos dos imigrantes recentemente mostraram descontentamento com a falta de progresso no Congresso sobre o tema e pressionaram Obama a suspender todas as deportações. O presidente norte-americano disse que não tem poder para fazer isso unilateralmente, mas anteriormente tomou medidas para aliviar as deportações de algumas crianças levadas ilegalmente para os EUA. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Euadeportação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.