Obama pede ajuda a presidentes para lidar com imigração

Obama também pediu a colaboração do congresso americano para a aprovar o pedido de verbas emergenciais

Agência Estado

25 Julho 2014 | 18h53

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pediu ajuda aos presidentes dos países da América Central, de onde vem a maioria das crianças e adolescentes que têm imigrado ilegalmente aos EUA, para reduzir o fluxo de menores. Obama também pediu a colaboração do congresso americano para a aprovar o pedido de verbas emergenciais para lidar com o problema.

"Eu espero que os congressistas não sairão de férias sem fazer algo para ajudar a resolver esse problema", disse. "Nós precisamos de mais ação e menos palavras."

Obama e o vice-presidente Joe Biden encontraram nesta sexta-feira com os presidentes da Guatemala, Honduras e El Salvador.

O líder dos EUA disse que os países precisam conter o fluxo de menores em direção aos Estados Unidos porque os jovens estão se colocando em perigo ao fazer a travessia ilegal pela fronteira com o México.

Obama disse ainda que os EUA poderiam estabelecer um limite para o programa de refugiados da América Central, permitindo que as pessoas se candidatassem a um visto de entrada ao país sem ter que fazer a travessia ilegal, considerada muito perigosa. Fonte: Associated Press e Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
Eua imigração

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.