Reuters
Reuters

Obama pede desculpas em carta a professor por fazer aluno faltar à aula

'Eu estava sentado em primeira fila e foi muito emocionante, fiquei impressionado', disse Tyler, de 11 anos

Efe,

04 de junho de 2012 | 18h52

WASHINGTON - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, se transformou na melhor desculpa para o menino Tyler Sullivan, de 11 anos, faltar um dia de aula na escola.

Tyler foi com seu pai a um comício de Obama na última sexta-feira na cidade de Golden Valley, em Minnesota. Na ocasião, o presidente americano se aproximou do menino e, pela hora, supôs que o pequeno estava faltando aula por sua culpa.

"Eu estava sentado em primeira fila e foi muito emocionante, fiquei impressionado", disse Tyler à emissora de televisão CNN. Quando Obama foi cumprimentá-lo e imaginou que Tyler deveria estar no colégio, o líder tirou um bloco e uma caneta.

O presidente perguntou o nome do professor e escreveu: "Sr. Ackerman, por favor, desculpe Tyler. Ele estava comigo. Barack Obama".

"Pensei, de verdade? Ele está me escrevendo um pedido de desculpa? Isto é uma loucura!", confessou a criança.

 
Tudo o que sabemos sobre:
ObamaTyler

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.