Obama pede paciência com plano econômico

Com a economia dos Estados Unidos ainda firmemente em recessão, o presidente Barack Obama está pedindo que os americanos tenham paciência e deem tempo para que o plano de recuperação econômica possa funcionar. Obama disse no site do The Washington Post neste domingo que não espera que o programa de estímulo de US$ 787 bilhões coloque a economia em saúde perfeita, mas que dê um impulso que faça com que ela interrompa a queda livre. "Desde o início foi um programa de dois anos, que irá salvar e criar empregos", escreveu Obama em artigo.

LUCIANA XAVIER, Agencia Estado

12 de julho de 2009 | 11h00

O presidente disse que é preciso dar tempo para que o plano de estímulo funcione e pediu aos americanos, cada vez mais preocupados com o aumento do desemprego e dos déficits, que deixe que seu plano siga o rumo que deve seguir, entendendo que em qualquer recessão o desemprego tende a se recuperar mais devagar que outras partes da economia. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAObamaplano econômico

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.