Obama pede rápida votação no Congresso sobre Síria

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, seu reuniu nesta terça-feira com líderes do Congresso para pressionar por uma rápida votação sobre um ataque à Síria, após o uso de armas químicas pelo regime de Bashar al-Assad. Segundo Obama, a consulta ao Congresso vai fortalecer a decisão norte-americana. "Eu acredito que o Congresso está tratando a questão da Síria com sobriedade e seriedade", afirmou.

Agência Estado

03 Setembro 2013 | 12h06

Obama voltou a dizer que "tem alta confiança" do uso de armas químicas na Síria. Segundo ele, um ataque ao país reduzirá a capacidade de Assad de usar esse tipo de arma, que representa uma ameaça à segurança global. O presidente disse acreditar que o Congresso vai aprovar o ataque, que seria "proporcional e limitado", sem o uso de tropas em terra.

O secretário de Estado, John Kerry, e o secretário de Defesa, Chuck Hagel, vão depor às 15h30 (de Brasília) no Comitê de Relações Exteriores do Senado para tratar do assunto. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
EUAObamaSíriaCongresso

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.