Obama pede 'urgência' de Abbas e Netanyahu para a paz

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pediu hoje para que israelenses e palestinos trabalhem com "senso de urgência" a fim de negociar a paz. Obama disse que as negociações sobre o status final das divergências entre as duas partes precisam começar logo.

AE, Agencia Estado

22 de setembro de 2009 | 14h23

"O sucesso depende de todos os lados agirem com senso de urgência", disse, pouco antes do início da reunião trilateral entre ele, o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, e o presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, em Nova York. "Já passou da hora de começar a se falar sobre negociações", notou Obama. O diálogo sobre o status final da questão "deve começar em breve".

Os palestinos exigem que os israelenses suspendam as construções em assentamentos na Cisjordânia, pois querem essas terras para seu futuro Estado independente. Já o governo de Netanyahu diz que não pretende interromper essas construções. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAIsraelObamaNetanyahuAbbaspaz

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.