Evan Vucci/AP
Evan Vucci/AP

Obama pedirá ajuda do México sobre Cuba e imigração

Presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, se reúne com presidente dos Estados Unidos nesta terça-feira, na Casa Branca

O Estado de S. Paulo

06 de janeiro de 2015 | 11h52

WASHINGTON - O presidente dos EUA, Barack Obama, vai pedir o apoio do presidente do México, Enrique Peña Nieto, para lidar com as novas políticas de imigração e o reatamento das relações diplomáticas entre os EUA e Cuba.

Obama recebe Peña Nieto na Casa Branca, às 14h05 (de Brasília), e quer a ajuda do presidente mexicano para pressionar Havana a empreender reformas democráticas. Ele também pedirá o auxílio do vizinho para defender a nova lei de imigração norte-americana, que impediria a deportação de cerca de 4 milhões de imigrantes ilegais do país. Cerca de dois terços desses imigrantes são do México.

Ambas iniciativas de Obama receberam elogios de Peña Nieto, que também chegou a Washington com uma agenda própria. O presidente mexicano quer usar a viagem para melhorar sua imagem em seu país, que em 2014 foi marcada por escândalos de corrupção e violência que terminaram com protestos em massa. Peña Nieto e seu secretário do Tesouro são acusados de viver em mansões de luxo construídas pela empreiteira favorita do governo e a polícia local é acusada de sequestrar e assassinar 43 estudantes. / AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.