Obama pode visitar a fronteira das Coreias

Presidente pretende promover novas negociações de desarmamento nuclear com a Coreia do Norte

20 Março 2012 | 17h14

Atualizado às 18h10

 

O presidente americano Barack Obama vai visitar a Zona Desmilitarizada da Coreia (ZDC) na tensa fronteira da Coreia do Sul com a do Norte no domingo, à frente de uma cúpula global sobre segurança nuclear em Seul, disse uma autoridade americana na terça-feira, de acordo com a Reuters.

 

A fronteira mais fortemente defendida no mundo carrega o simbolismo da Guerra Fria. Por isso, a visita também tem a ver com a tentativa de Obama de promover novas negociações de desarmamento nuclear com a Coreia do Norte. 

 

Embora as autoridades norte-americanas estejam regularmente por lá, a visita presidencial pode ser vista pelo Norte como um “espetáculo” especial de demonstração de força do líder. 

 

A visita de Obama acontece em meio a uma nova tensão com o Norte em relação ao novo lançamento de foguetes. Os Estados Unidos disseram que o plano põe em risco um acordo para a promoção de ajuda alimentar americana.

 

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.