Obama põe como meta derrotar Al-Qaeda no Afeganistão

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou hoje que seu país deve "desbaratar, derrotar e desmantelar" a rede terrorista Al-Qaeda e o Taleban no Afeganistão e no Paquistão. Obama anunciou novos planos para a região. A iniciativa inclui o aumento da presença de tropas norte-americanas no Afeganistão. Obama disse que, caso o governo afegão caia em poder do Taleban, ou a Al-Qaeda mantenha seu poder, "aquele país será uma base para terroristas que querem nos matar".

AE-AP, Agencia Estado

27 de março de 2009 | 12h57

Obama disse que é necessário que os norte-americanos entendam que o Paquistão "precisa de nossa ajuda" na perseguição aos extremistas. Obama qualificou a situação no Afeganistão como "crescentemente perigosa". A administração dos EUA já aprovou o envio de mais 17 mil soldados ao Afeganistão e está pronta para anunciar que outros 4 mil seguirão para o país.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAObamaAfeganistão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.