Obama promete anunciar vice por mensagem de texto

Candidatos formarão suas chapas antes das convenções, semana que vem

NYT, REUTERS E AP, O Estadao de S.Paulo

19 de agosto de 2008 | 00h00

O senador Barack Obama, candidato democrata à Casa Branca, anuncia esta semana seu vice-presidente. Em um gesto inusitado, Obama prometeu que os 2 milhões de eleitores que colaboraram com sua campanha serão os primeiros a conhecer o nome de seu companheiro de chapa, por meio de mensagem de texto e e-mail.Analistas acreditam que a decisão saia até sexta-feira, o que daria tempo para que os democratas atraíssem a atenção da mídia e capitalizassem ao máximo o anúncio antes da convenção do partido, que começa dia 25, em Denver, no Estado do Colorado.Em Washington, o nome mais comentado é o do senador Joe Biden, presidente do Comitê de Relações Internacionais do Senado. A indicação de Biden, um dos democratas há mais tempo no Congresso, aumentaria as credenciais de política externa de Obama. Outros nomes cotados são os do senador Evan Bayh, do governador de Virgínia, Tim Kaine, da governadora de Kansas, Kathleen Sebelius, que atrairia o voto feminino, e do governador do Novo México, Bill Richardson, que lhe daria o voto latino.Correndo por fora, embora sem muitas chances de conseguir o cargo, estão o senador Chuck Hagel, republicano que rompeu com John McCain, rival de Obama, e a senadora Hillary Clinton, que ainda consta na lista de muitos especialistas como uma "cartada surpresa" da campanha democrata.DECISÃOA semana deve ser decisiva também para McCain, candidato republicano, que também anunciará seu vice-presidente nos próximos dias. McCain, no entanto, tem um pouco mais de tempo à disposição em razão da convenção republicana começar logo após a democrata, no dia 1º de setembro.As principais apostas recaem sobre um vice mais jovem, um contraponto aos 72 anos de McCain, e com um bom histórico em economia, um tema no qual o candidato republicano admitiu não conhecer tão bem. Na lista de McCain estão Mitt Romney, empresário de sucesso que foi seu adversário nas primárias, o governador de Minnesota, Tim Pawlenty, e o ex-governador da Pensilvânia Tom Ridge. AVANÇONos últimos dias, McCain conseguiu um significativo avanço nas pesquisas em três Estados-chave onde Obama vinha liderando. De acordo com o instituto Rasmussen, McCain está à frente no Colorado (49% a 48%) e na Virgínia (47% a 46%). Em Ohio, os dois estão empatados (45% a 45%).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.