Obama quer reforma na lei de imigração

Deixando claro que a atual legislação para a imigração fracassou, o presidente dos EUA, Barack Obama, afirmou ser necessária uma reforma na lei urgentemente "para tornar a economia americana mais competitiva", por causa da importância de atrair imigrantes qualificados. "Nos definimos como uma nação de imigrantes. Uma nação que dá as boas-vindas a todo aqueles que adotam os ideais americanos", declarou Obama. "Eu não gostaria que o próximo Google fosse inventado na China."

Gustavo Chacra, O Estado de S.Paulo

11 de maio de 2011 | 00h00

No discurso, no Texas, o presidente acrescentou que a segurança na região aumentou durante sua administração. Obama também defendeu que seja encontrada uma solução para "os 11 milhões de ilegais", mas não delineou qual será sua proposta de reforma. Analistas estimaram m que o teor do discurso visou não repelir o voto hispânico nas eleições do ano que vem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.