Obama recebe o dalai-lama e irrita a China

O presidente dos EUA, Barack Obama, recebeu ontem na Casa Branca o dalai-lama, líder dos budistas tibetanos. O encontro de 45 minutos irritou a China, que considera o religioso um líder separatista. A visita ocorre em um momento sensível nas relações entre Pequim e Washington. Maior credora da dívida pública americana, a China vê com apreensão o impasse para aumentar o limite do endividamento americano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.