Obama reforça compromisso em reduzir deportações

O presidente americano, Barack Obama, reforçou sua promessa de reduzir as deportações e melhorar a segurança dos EUA fronteira até o final deste ano. Ele afirmou que vai tomar seus próprios passos, apesar de resultados eleitorais que deram o controle do Congresso aos republicanos.

Estadão Conteúdo

05 de novembro de 2014 | 19h01

Obama afirmou que prefere uma ação do Congresso, que tem mostrado paciência e tentado trabalhar envolvendo os dois partidos. De acordo com o presidente, se o Congresso atuar, ele não terá de adotar ações executivas. Os republicanos declaram que qualquer medida da presidência pode dificultar as relações com a Casa Branca.

O líder americano contrariou latinos e grupos de defesa de imigração no início deste ano quando adiou medidas executivas até depois da eleição. Qualquer ação presidencial vai provavelmente reduzir o número de deportações e conceder autorizações de trabalho para

milhões de imigrantes ilegais nos Estados Unidos. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAObamaimigração

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.