Obama reformará saúde até fim do ano

O presidente dos EUA, Barack Obama, apresentou ontem a ambiciosa proposta de ampliar a cobertura do sistema de saúde pública a todos os americanos. "Desta vez é diferente", disse Obama, reconhecendo que várias projetos semelhantes já fracassaram. "Desta vez não podemos discutir se todos os americanos têm direito a cuidados médicos de qualidade e baratos", afirmou durante reunião com deputados, especialistas, associações e representantes dos laboratórios. "A única questão é como." Segundo o último censo, 46 milhões de americanos - o que representa 15% da população - não têm nenhuma cobertura médica. Segundo o presidente, a reforma deve ser desenhada até o fim do ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.