Obama sai em campanha por senadores democratas

Presidente vai à Califórnia e a Nevada para assegurar que seu partido mantenha a maioria na casa

Efe e Associated Press

22 de outubro de 2010 | 15h00

SAN FRANCISCO - O presidente dos EUA, Barack Obama, faz campanha nesta sexta-feira, 22, em Nevada a favor do líder da maioria democrata no Senado, Harry Reid, que vê sua cadeira ameaçada.

 

A visita de Obama a Nevada se dá após a de seu vice, Joseph Biden, na quarta-feira, e será seguida pela da primeira-dama, Michelle Obama, que acontecerá às véspera das eleições legislativas de 2 de novembro em uma demonstração da importância estratégica do pleito para os democratas.

 

Os EUA vão renovar em 2 de novembro a Câmara de Representantes, um terço do Senado e os cargos de 36 dos 50 governadores, em um pleito no qual os democratas veem sua maioria no Congresso ameaçada.

 

Um dos Estados mais disputados é justamente Nevada, onde Reid vê dificuldades em manter a cadeira que ocupa há mais de duas décadas. O jornal USA Today descreveu a campanha no Estado como "a mais apertada e a mais destacada disputa ao Senado" dos EUA.

 

O líder democrata concorre com a republicana Sharron Angle, uma ex-professora e estrela em ascensão do ultraconservador Tea Party, polêmica, entre outros motivos, por suas posturas anti-imigração.

 

Obama também passou pela Califórnia, onde assistiu a um ato da senadora Barbara Boxer. Ela enfrenta Carly Fiorina, ex-chefe executiva da Hewlett-Packard, pela cadeira em disputa. O Estado tradicionalmente elege candidatos democratas, mas a disputa também está bastante acirrada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.