Obama se desculpa por porblemas com plano de saúde

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse nesta quinta-feira que lamenta que milhares de norte-americanos estejam perdendo o seu plano de saúde, mesmo com as suas repetidas promessas de que se eles gostam do seu plano, eles podem manter esse plano.

AE, Agência Estado

08 de novembro de 2013 | 02h01

"Lamento que eles estejam nesta situação, com base nas garantias que eles tem de mim", disse Obama , em entrevista à NBC News. "Nós temos que trabalhar duro para ter certeza de que eles sabem que nós estamos ouvindo eles e que vamos fazer tudo que pudermos para lidar com pessoas que se encontram em uma posição difícil", completou.

Durante a última semana, Obama afirmou que o total de pessoas que perdem a cobertura é relativamente pequeno e reafirmou que eles vão encontrar planos de saúde mais abrangentes no novo mercado.

A Casa Branca se recusou a dizer que o presidente norte-americano se enganou quando ele repetiu que os consumidores poderiam manter o plano se quisessem.

Aproximadamente 15,4 milhões de pessoas - cerca de 5% da população dos Estados Unidos - estão cobertos por planos de saúde individuais e especialistas da indústria disseram que muitos deles terão os seus planos de saúde encerrados no final de 2014. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
euaobamasaúde

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.