EFE/JIM LO SCALZO
EFE/JIM LO SCALZO

Obama se despede com foto da Marcha de Selma e diz 'Foi a honra da minha vida. Nós fizemos'

Não vou parar. Continuo com vocês como cidadão, lutando pela verdade, justiça e pelo amor, afirmou o presidente

O Estado de S.Paulo

20 Janeiro 2017 | 15h12

WASHINGTON - O presidente americano, Barack Obama, deixou a Casa Branca nesta sexta-feira, 20, e partiu para o Capitólio para entregar o cargo a Donald Trump. O democrata usou seus últimos momentos na sede do Executivo para apresentar a residência a Trump e se despediu dos americanos por meio do Twitter. Ele anunciou a criação da Fundação Obama - ato tradicional de todos os presidentes que deixam o cargo para preservação de seu legado.

"Foi a honra da minha vida servir vocês. Vocês me fizeram um líder melhor e um líder melhor", escreveu Obama. "Não vou parar. Continuo com vocês como cidadão, lutando pela verdade, justiça e pelo amor."

Obama também refez o pedido de seu discurso de despedida. "Eu ainda peço que vocês acreditem - não na minha capacidade de promover a mudança, mas na de vocês."

O último tuíte da conta de Casa Branca sob o comando de Obama traz uma foto do presidente e da primeira-dama Michelle no aniversário de 50 anos da Marcha de Selma, no Alabama, ao lado de ícones da luta pelos direitos civis nos EUA, entre eles o deputado John Lewis, criticado recentemente por Trump e amigo de Martin Luther King.

"Sim, nós podemos. Sim, nós fizemos." /AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.