Obama se encontra com líderes da comunidade árabe

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, se encontrou com membros da comunidade árabe norte-americana na Casa Branca nesta segunda-feira, antes de sua viagem à Israel, Palestina e Jordânia, afirmou um porta-voz dos EUA.

AE, Agência Estado

11 de março de 2013 | 23h32

Durante o encontro, Obama reiterou que sua viagem ao Oriente Médio não era "dedicada a resolver uma questão de política específica, mas, sim, uma oportunidade de consultar a Jordânia, Israel e a Autoridade Palestina sobre uma ampla gama de questões", disse um porta-voz.

Obama "ressaltou que a viagem é uma oportunidade para que ele demonstre o compromisso dos EUA em relação ao povo palestino - na Cisjordânia e em Gaza - e a parceria com a Autoridade Palestina, enquanto ela continua a construção de instituições que serão necessárias para criar um Estado palestino verdadeiramente independente", disse a fonte.

Durante a visita, Obama também deve reiterar o compromisso dos Estados Unidos com a segurança de Israel ao falar "diretamente ao povo israelense sobre a história, interesses e valores que partilhamos", afirmou o porta-voz.

Os quatro grupos que se reuniram com Obama, incluindo o Comitê Árabe-Americano Anti-Discriminação, disseram em um comunicado que os Estados Unidos poderiam mediar "uma resolução pacífica e duradoura para o conflito israelense-palestino - resolução que é essencial para a segurança de longo prazo no Oriente Médio".

A reunião de segunda-feira da Casa Branca, que não foi incluída na agenda oficial de Obama, ocorre quatro dias após o líder dos EUA manter conversações semelhantes com representantes da comunidade judaica norte-americana.

Durante a reunião, Obama havia sinalizado que não levaria uma grande iniciativa de paz para o Oriente Médio quando chegar em Israel em sua primeira visita como líder dos EUA. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAOBAMAÁRABESISRAEL

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.