Saul Loeb/ AFP
Saul Loeb/ AFP

Obama se encontrará com parentes das vítimas do massacre em Orlando

Presidente dos Estados Unidos viajará para a Flórida para ‘transferir seu pêsame às famílias das vítimas’, segundo nota da Casa Branca

O Estado de S. Paulo

14 Junho 2016 | 09h39

WASHINGTON - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, viajará a Orlando, na Flórida, na quinta-feira para se reunir com parentes das vítimas do massacre de domingo em uma casa noturna da cidade frequentada pelo público LGBT. O ataque foi realizado por um simpatizante do Estado Islâmico (EI), que deixou 49 mortos e 53 feridos.

Em comunicado, a Casa Branca anunciou a visita do presidente a Orlando para "transferir seu pêsame às famílias das vítimas e se solidarizar com a comunidade quando sua recuperação tiver início". Ainda não há muitos detalhes sobre a viagem do líder americano.

Após o ataque do fim de semana em Orlando, Obama voltou a insistir na necessidade de endurecer as leis sobre as armas de fogo, e no domingo advertiu ao Congresso que "não fazer nada" a respeito "também é uma decisão".

O autor do massacre, o americano de origem afegã Omar Mateen, já havia sido investigado pelo FBI, mas como não tinha histórico criminoso, conseguiu comprar de maneira legal as armas com as quais realizou o massacre, o mais letal na história recente do país.

Mateen, nascido em Nova York há 29 anos e morto por disparos da polícia, jurou lealdade ao grupo terrorista Estado Islâmico (EI) em suas conversas telefônicas com os negociadores policiais durante as três horas em que permaneceu dentro da boate com cerca de 30 reféns, segundo informaram as autoridades. /EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.