Obama se reunirá com empresários para debater imigração

O presidente dos EUA, Barack Obama, vai continuar seus esforços nesta terça-feira para aumentar o apoio para a reforma do sistema nacional de imigração. Obama realizará uma reunião com líderes trabalhistas e executivos de empresas como o Goldman Sachs Group e Alcoa.

AE, Agência Estado

04 de fevereiro de 2013 | 23h08

Obama vai se reunir com líderes trabalhistas e progressistas e, em seguida, separadamente com os executivos, afirmou a Casa Branca. Representantes do Associação Nacional para o Desenvolvimento de Pessoas de Cor (NAACP, na sigla em inglês), do Centro para o Progresso Americano e da Federação de Organizações Trabalhistas (AFL-CIO, na sigla em inglês) participarão da reunião.

As reuniões fazem parte do plano do presidente para obter apoio público para superar quaisquer objeções contra a reformulação da política de imigração.

Obama elogiou o trabalho do grupo e disse que ele é semelhante a seus próprios planos para a imigração. No entanto, a proposta do grupo afirma que as oportunidades para a cidadania dependem, em primeiro lugar, da segurança das fronteiras dos Estados Unidos.

Os executivos de negócios têm apoiado a reforma do sistema de imigração, na esperança de que ela tornará o país mais competitivo. As empresas se queixaram de que os EUA não fornecem vistos suficientes para os trabalhadores altamente qualificados de outros países. Obama disse que quer "grampear" vistos "green card" para doutores e mestres em ciência, tecnologia, engenharia e matemática.

Grupos de trabalho, tais como a AFL-CIO, declararam apoio a reforma da imigração.

Segue a lista completa dos executivos de negócios que se encontrarão com o presidente, conforme divulgado pela Casa Branca:

--Lloyd Blankfein, presidente e CEO do Goldman Sachs Group

--Greg Brown, presidente e CEO da Motorola Solutions

--Steve Case, presidente e CEO da Revolution LLC

--Joe Echevarria, CEO da Deloitte LLP

--Paul Jacobs, presidente e CEO do Qualcomm

--Muhtar Kent, presidente e CEO da The Coca Cola Company

--Klaus Kleinfeld, presidente e CEO da Alcoa

--Monica Lozano, CEO da Impremedia

--Marissa Mayer, presidente e CEO do Yahoo

--Greg Page, presidente e CEO da Cargill

--Jeff Smisek, presidente e CEO da United Continental

--Arne Sorenson, presidente e CEO do Marriott International

As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAIMIGRAÇÃO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.