Brendan McDermid/Reuters
Brendan McDermid/Reuters

Obama tem apoio de Bruce Springsteen e Romney pede que pessoas votem

Candidatos percorreram uma série de Estados antes das eleições presidenciais desta terça-feira

AE, Agência Estado

05 de novembro de 2012 | 19h05

MADISON, WISCONSIN - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e seu rival republicano Mitt Romney percorreram nesta segunda-feira, 5, mais uma série de Estados antes das eleições presidenciais de amanhã, quando também manterão uma agenda de campanha no dia do sufrágio. Romney, por exemplo, planeja votar amanhã com sua esposa Ann em Belmont, Estado de Massachusetts, mas também visitará os Estados da Ohio e Pensilvânia, Estado que tradicionalmente vota nos democratas, mas onde o republicano ainda espera vencer.

Já Obama, que votou antecipado em Chicago, fez nesta segunda-feira um comício no Estado de Wisconsin, onde teve o apoio da estrela do rock Bruce Springsteen. A estrela viajou com Obama no avião presidencial Air Force One e abriu comícios do presidente em Wisconsin, Ohio e Iowa.

O foco dos dois candidatos estava nos Estados do Colorado, Flórida, Ohio, New Hampshire, Virginia e Wisconsin, que juntos significam 83 votos dos 538 do Colégio Eleitoral, quem efetivamente elege o presidente norte-americano. Nova York e New Jersey, mais atingidos pela supertempestade Sandy na semana passada, são vistos como fortemente democratas e por isso nenhum dos dois foi visitado hoje pelos candidatos.

Uma projeção da Associated Press para os votos no Colégio Eleitoral dava como garantidos 249 votos para Obama e 206 para Romney, deixando 83 votos em disputa nos Estados de Colorado, Flórida, Ohio, New Hampshire, Virgínia e Wisconsin. Vence a eleição o candidato que obtiver 270 votos no Colégio Eleitoral.

Assessores democratas disseram que o presidente e Springsteen discutiram no Air Force One temas como os esforços para a recuperação dos Estados de Nova York e New Jersey. Springsteen brincou ao dizer que, embora esteja "orgulhoso" de apoiar Obama pela segunda vez, "aquele primeiro debate realmente me assustou".

O cantor apoiou Obama em 2008 e se referiu ao primeiro debate de Obama com Romney, em 3 de outubro, vencido pelo republicano. Pesquisa indicam que o presidente venceu os outros dois debates.

Romney começou esta segunda-feira com um comício no Estado da Flórida. "Nós ainda temos trabalho a fazer e esse trabalho é convencer as pessoas a votarem", disse Romney. A multidão respondeu "Mais um dia". O republicano ressaltou novamente sua experiência de empresário e afirmou que Obama, caso reeleito, aumentará os impostos.

"O presidente pensa que mais governo é a resposta. Eu digo que mais empregos são a resposta", afirmou o republicano. Obama argumentou que as propostas de Romney - nenhum aumento de impostos para os mais ricos e menos regulamentação para o mercado financeiro - equivalem a "políticas que vão esmagar a nossa economia."

A pesquisa final feita pelo jornal The Wall Street Journal e pela emissora de televisão NBC, publicada domingo, mostrou Obama com 48% das intenções de voto, enquanto Romney estava com 47%. A pesquisa tem margem de erro de 2,55 pontos porcentuais e por isso os dois estão em empate técnico no voto popular, que elege os 538 delegados do Colégio Eleitoral que efetivamente escolhem o presidente.

Com AP e Dow Jones

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.