Obama vê como necessária ajuda a agências imobiliárias

O candidato democrata à presidência dos Estados Unidos, Barack Obama, divulgou hoje comunicado sobre a intervenção do Tesouro nas agências hipotecárias Fannie Mae e Freddie Mac. De imediato, o órgão vai colocar imediatamente US$ 1 bilhão em cada uma delas, mas afirma que poderá aumentar seu investimento para até US$ 100 bilhões em cada uma ao longo do tempo, se os recursos forem necessários para manter as empresas funcionando.No texto, Obama diz concordar que alguma forma de intervenção era necessária. "Eu vou revisar os detalhes do plano do Tesouro e monitorar seu impacto para determinar se ele alcança os pontos-chave que eu acredito serem necessários para resolver essa crise", prometeu.Ontem, Sarah Palin, vice do candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, John McCain, afirmou que a Fannie e a Freddie "tornaram-se muito grandes e muito caras para os contribuintes. A administração McCain-Palin vai torná-las menores e melhores e mais eficientes para os proprietários de imóveis que precisam de ajuda".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.