Obama:Corte de impostos começa a ser sentido em abril

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou neste sábado que o corte de impostos para 95% dos cidadãos americanos começará a ser efetivamente sentido a partir de 1.º de abril. Em seu discurso semanal transmitido via rádio e internet, o chefe de Estado disse que "nunca na história (do país) um programa de corte de impostos entrou em vigor tão rapidamente ou envolveu tantos americanos que trabalham duro". A medida faz parte do plano de recuperação econômica de US$ 787 bilhões aprovado pelo Congresso, que tem o objetivo de aumentar a renda dos americanos e estimular o consumo.Segundo Obama, o Departamento do Tesouro já começou a orientar os empregadores a reduzirem o volume de impostos descontado do salário dos trabalhadores. Isso significa, explicou o presidente, que em seis semanas uma típica família americana começará a receber US$ 65 a mais por mês.Pela medida, que foi sancionada por Obama na terça-feira (17), os trabalhadores americanos terão direito a uma redução individual de impostos de US$ 400 até o final do ano. Em 2010, o crédito tributário será equivalente a US$ 7,70 por semana, espalhado ao longo do ano.Durante sua campanha presidencial, Obama prometeu reverter a política de impostos de seu antecessor, George W. Bush, e garantir uma redução tributária para 95% da população.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.