Observador da ONU ferido em tiroteio no Líbano

As Forças Armadas italianas identificaram como um capitão do Exército do país o observador das Nações Unidas ferido durante uma troca de tiros entre o Hezbollah e tropas israelenses, no sul do Líbano. Um representante militar da Itália afirmou que o ferido é o capitão Roberto Puzo, e que ele foi levado de helicóptero para um hospital de Haifa, Israel.Uma primeira nota afirmava que Punzo teria sido ferido por "tiros", mas mais tarde afirmou-se que foram "fragmentos". A fonte dos "fragmentos" não está clara. Um porta-voz da ONU havia dito que o observador tinha sido atingido por tiros disparados pelo Hezbollah."Um observador desarmado no Líbano foi ferido gravemente por fogo de armas pequenas na posição da ONU em Maroun al-Ras. Ele foi retirado para o hospital israelense mais próximo", dizia nota do porta-voz da missão da ONU, Milos Strugar. "De acordo com informes preliminares, o fogo veio do Hezbollah, durante confronto com as FDI (Forças de Defesa de Israel)", acrescenta o texto. Punzo é o segundo membro da equipe de monitoramento da ONU ferido nos 12 dias de luta.

Agencia Estado,

23 de julho de 2006 | 11h10

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.