Observadores da ONU retiram-se da fronteira entre Kuwait e Iraque

A Organização das Nações Unidas (ONU) retirou forças internacionais da fronteira entre o Iraque e o Kuwait em oito veículos blindados por temor à segurança de seus funcionários, já que as tensões aumentam com a possibilidade de uma guerra ser deflagrada pelos Estados Unidos.A retirada dos soldados faz parte de uma redistribuição anunciada na semana passada pela Missão de Observação Iraque-Kuwait da ONU. A missão da ONU informou que retiraria os observadores militares de "zonas remotas e isoladas" da área desmilitarizada, patrulhada desde o fim da Guerra do Golfo Pérsico, em 1991.Sem mencionar os preparativos militares norte-americanos, os funcionários da ONU disseram que já não é possível para os observadores desempenharem sua missão com segurança.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.