Observadores internacionais são detidos na Ucrânia

Uma porta-voz das forças pró-Rússia informou que os insurgentes do leste da Ucrânia detiveram uma equipe de observadores internacionais da Organização para a Segurança e Cooperação da Europa (OSCE).

AE, Agência Estado

25 de abril de 2014 | 16h37

De acordo com Stella Khorosheva, porta-voz da autoproclamada prefeitura de Slovyansk, a equipe de observadores internacionais foi detida com "materiais suspeitos". Segundo Khorosheva, eles não foram torturados e seriam liberados após uma investigação mais aprofundada.

Autoridades do ocidente, no entanto, não confirmam a detenção. A OSCE escreveu no Twitter que havia perdido a comunicação com uma equipe liderada pela Alemanha que atuava na região, mas que todos os membros estavam seguros.

O Ministério da Defesa alemão informou agora há pouco que perdeu o contato com a equipe, que é composta por oito pessoas - um tradutor e três soldados alemães, um militar da República Tcheca, um da Polônia, um da Suécia e outro da Dinamarca. A comunicação foi perdida no horário do almoço, mas o órgão ainda não confirmou a prisão.

No entanto, a porta-voz militar checa, Jana Ruzickova, confirmou que a equipe havia sido detida.

Há três semanas, os insurgentes pró-Rússia tomaram conta de prédios do governo em pelo menos dez cidades na região de Donetsk, leste da Ucrânia. Na semana passada, os rebeldes já haviam sequestrado jornalistas na região. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
UcrâniaOSCEObservadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.