Observadores põem em dúvida eleições no país

Duas organizações que monitoram as eleições presidenciais no Sudão afirmaram ontem que a votação não cumpriu os critérios internacionais. Entre os problemas apontados pela União Europeia e pelo Centro Carter, liderado pelo ex-presidente americano Jimmy Carter, estão denúncias de intimidação e coerção. A expectativa é que o atual presidente Omar al-Bashir seja reeleito com folga.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.