Oceania e Ásia comemoram chegada do ano-novo

Regiões da Ásia, Nova Zelândia e Austrália já estão em 2011

BBC Brasil

31 de dezembro de 2010 | 11h09

 

O primeiro país do mundo a comemorar o ano-novo foi o arquipélago de Kiribati, na Oceania. Logo em seguida veio a Nova Zelândia. Milhares de pessoas foram às ruas em Auckland, maior cidade do país, para observar a grande queima de fogos em volta da Sky Tower, a torre de 328 metros de altura que ficou toda iluminada durante a festa.

 

Na cidade de Christchurch, que sofreu com um forte terremoto no início de setembro, as autoridades apenas aprovaram as comemorações depois de checagens e modificações em alguns prédios, incluindo a retirada da cruz que fica na catedral da cidade, para evitar que ela caia em cima das pessoas que comemoram nas ruas.

 

 

A capital do Vietnã comemorou o ano-novo oficialmente pela primeira vez. Nos anos anteriores, as autoridades municipais preferiram celebrar o feriado que marca o ano novo lunar conhecido como Tet.

 

Na Austrália, cerca de 1,5 milhão de pessoas acompanharam à grande queima de fogos - anunciada como a maior e mais avançada queima de fogos de Ano Novo do mundo - na baía de Sydney. As pessoas começaram a chegar no local mais de 12 horas antes da festa e muitas delas ergueram barracas.

A queima de fogos durou vários minutos, iluminando a ponte e a baía de Sydney.

 

Cerca de 400 mil pessoas são esperadas na queima de fogos da baía de Hong Kong e milhares de chineses vão enfrentar o frio em Pequim para uma festa em um shopping center.

 

 

Em Mianmar, o governo militar proibiu o uso de fogos de artifício e afirmou que infratores serão punidos com severidade. Em Mumbai, na Índia, as autoridades também liberaram a realização da festa de Ano Novo, apesar de temores sobre um possível ataque de militantes.

 

Várias capitais europeias programaram celebrações de peso. Em Nova York, a expectativa é de que até um milhão de pessoas acompanhem a festa em Times Square. Com o aumento das temperaturas na cidade, foi possível retirar a neve da região de Times Square, para facilitar as comemorações.

 

 

BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

 

Texto atualizado às 15h40.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.