Ocidentais treinaram em campo da Al-Qaeda na Indonésia

Sete homens oriundos de países ocidentais estavam entre as cerca de 50 pessoas que participaram de treinamentos em campos organizados e financiados pela rede extremista Al-Qaeda na ilha indonésia de Sulawesi em 2001, informou hoje Muchyar Yara, membro do serviço secreto local.De acordo com ele, a Al-Qaeda forneceu uma quantia aindadesconhecida de dinheiro, assim como armas e especialistas emexplosivos, para pelo menos 10 acampamentos na selva ao redor de Poso, província de Sulawesi central. Os campos funcionaram entre março e novembro de 2001, disse ele.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.