Odebrecht será 1ª estrangeira a entrar no setor de açúcar

A Odebrecht anunciou ontem que fará investimentos na produção de açúcar em Cuba - a primeira injeção de capital estrangeiro no principal setor da economia cubana, estatizado desde a revolução de 1959. A empresa brasileira deve firmar um contrato envolvendo um engenho em Cienfuegos, região central da ilha caribenha.

O Estado de S.Paulo

31 de janeiro de 2012 | 03h01

O acordo terá duração de 10 anos e buscará "ampliar a produção" e "ajudar na revitalização" da indústria. A Odebrecht pretende ainda produzir etanol em território cubano e construir uma destilaria. O projeto seria nos moldes dos investimentos da empresa em Angola. / REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.