OEA não vai integrar comissão da verdade em Honduras

A Organização dos Estados Americanos (OEA) informou ontem que não vai integrar a comissão da verdade que Honduras formará nesta semana para esclarecer o que ocorreu antes, durante e depois da deposição do ex-presidente Manuel Zelaya.

AE-AP, Agencia Estado

04 de fevereiro de 2010 | 20h12

"Não faremos parte desse grupo pois essa é uma prerrogativa do governo do presidente (Porfirio) Lobo e determinada no Acordo Tegucigalpa-San José", disse o secretário de Assuntos Políticos da OEA, Victor Rico, que teve uma reunião com Lobo e disse que "foi um diálogo muito bom". "Estamos aqui para colaborar, apoiar e facilitar a integração da comissão da verdade", afirmou.

O governo disse em comunicado que "a presença dos representantes da OEA está no contexto do mandato do secretário-geral do organismo, José Miguel Insulza, e dos chanceleres (latino-americanos) que tendem a realizar gestões diplomáticas para o restabelecimento pleno da democracia em Honduras".

Tudo o que sabemos sobre:
HondurascriseOEA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.