OEA pede fixação imediata de eleições no Haiti

O Conselho Permanente da Organização dos Estados Americanos (OEA) pediu o rápido estabelecimento de uma data para as eleições no Haiti, e assinalou que "vê com preocupação" o novo adiamento das eleições, que deveriam acontecer no próximo domingo. Os 34 países da Organização dos Estados Americanos (OEA) estimam que "não existem razões técnicas válidas para continuar adiando as eleições, e que os problemas pendentes podem ser superados em curto prazo".Para a OEA, as dificuldades operacionais e de segurança que persistem no Haiti não justificam de a demora. O Conselho de Segurança da ONU também pediu ao governo transitório haitiano a realização do pleito até 7 de fevereiro.A organização interamericana acredita que a concretização das eleições entregaria ao povo haitiano a decisão definitiva acerca do fim do processo de transição, abrindo caminho para uma plena democracia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.