OEA pressiona por volta de Zelaya

A comissão da Organização dos Estados Americanos (OEA) que chegou ontem a Tegucigalpa pressionou mais uma vez o governo golpista a restituir o presidente deposto, Manuel Zelaya. O grupo de chanceleres continuará hoje no país em busca de um acordo que ponha fim ao golpe que já dura quase dois meses. A intenção é encontrar uma saída negociada antes das eleições presidenciais de novembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.