OEA retoma negociações sobre direitos dos povos indígenas

A Organização dos Estados Americanos (OEA) retomou na segunda-feira em Washington as negociações sobre um projeto de Declaração Americana dos Direitos dos Povos Indígenas.O órgão informou em comunicado que a primeira sessão das negociações se concentrou nos direitos relacionados à identidade cultural e aos direitos políticos e organizativos dos indígenas.O secretário-geral adjunto da OEA, Albert Ramdin, reafirmou o compromisso de concluir o processo o mais cedo possível. O plano é entregar o projeto à Assembléia Geral em 2008.Ramdin ressaltou a necessidade de contemplar a diversidade geográfica, lingüística e outros elementos que devem servir como base para a unidade.O secretário-geral adjunto afirmou que, nos últimos anos, tem aumentado a participação de setores historicamente marginalizados, como os povos indígenas, a mulher e os jovens. "A nova realidade nos apresenta uma nova dinâmica no hemisfério", declarou.O embaixador da Guatemala, Juan León, que preside o grupo de trabalho encarregado de elaborar o projeto de declaração, disse que um dos desafios é conseguir uma participação aberta dos indígenas nos processos políticos nacionais.De acordo com o embaixador, em muitos países, eles "não participam das decisões porque não querem ou porque os governos não abrem os canais".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.