Ofensiva aérea da coalizão mata 34 no Afeganistão

Mais de 1.600 pessoas morreram este ano por causa da violência no país asiático

EFE

05 de julho de 2008 | 05h01

Pelo menos 34 pessoas, entre elas 12 supostos membros do Taleban e 22 civis, morreram em uma ofensiva aérea lançada pelas tropas da coalizão multinacional liderada pelos Estados Unidos na província de Nuristan, no leste do Afeganistão, informou neste sábado uma fonte oficial.   Segundo a fonte, um grupo de insurgentes talebans atacou na sexta-feira à noite uma base militar da coalizão em Nuristan, o que teria gerado a ofensiva da coalizão. As tropas pediram que os moradores locais deixassem a região imediatamente para repelir o ataque, e iniciaram um bombardeio enquanto os civis ainda deixavam seus lares, acrescentou a fonte.   Um dos porta-vozes das tropas da coalizão, o tenente Christopher Peavy, confirmou a ofensiva, mas assegurou que os bombardeios atingiram apenas os insurgentes que tinham atacado a base militar. No entanto, o porta-voz do Ministério da Defesa, Zahir Azimi, informou que uma equipe de investigadores foi enviada ao local para esclarecer o ocorrido.   Os combates entre as forças internacionais e afegãs e a insurgência taleban são constantes, especialmente no sul do Afeganistão, onde predomina a etnia pashtun, dos talebans. Mais de 1.600 pessoas morreram este ano por causa da violência no Afeganistão.

Tudo o que sabemos sobre:
CabulEstados Unidostalebans

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.