Ofensiva birmanesa contra rebeldes deixa Tailândia em alerta

O Exército da Tailândia anunciou nesta quinta-feira o estado de alerta de seus soldados na fronteira com Mianmar (Birmânia), em resposta à ofensiva lançada pelas tropas birmanesas contra a guerrilha rebelde da etnia Shan. A ordem foi dada pelo chefe militar da região do noroeste da Tailândia, general Wannapip Wongwai, após cinco dias de combates em território birmanês.Fontes militares tailandesas informaram que o Exército está preparado para a remoção de centenas de civis de aldeias próximas ao país vizinho.A guerrilha shan tem seu quartel-general cerca de 100 quilômetros ao sul de Tachilek, na fronteira com a Tailândia. O Exército birmanês também intensificou seus ataques às forças rebeldes da União Nacional Karen (UNK), outra etnia que lutam para conseguir a autonomia de seu território.Mais de 120 mil birmaneses, em sua maioria das etnias karen, shan e mon, residem em campos de refugiados em território tailandês.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.