Ofensiva contra terroristas no Iêmen mata 23

Uma ofensiva do Exército contra a Al-Qaeda no sul do Iêmen matou pelo menos 23 supostos militantes da organização, informou ontem o Ministério da Defesa iemenita. De acordo com o governo, as operações foram realizadas nas cidades de Zinyibar, capital da Província de Abian, e Al-Qod.

SANAA, O Estado de S.Paulo

06 de junho de 2012 | 06h37

Desde o dia 12, forças iemenitas promovem uma ampla ofensiva contra os redutos da Al-Qaeda na região, onde várias cidades estão sob o controle da organização. A Al-Qaeda aumentou sua atividade no Iêmen nos últimos meses, aproveitando-se da situação de instabilidade que vive o país desde a eclosão, em janeiro de 2011, das revoltas populares contra o então presidente Ali Abdullah Saleh.

Ataque. O ministro da Defesa iemenita, general Mohamed Nasser Ahmed, escapou ileso de um atentado suicida na segunda-feira, quando visitava uma base militar em Abian. A autoria do atentado foi reivindicada ontem pelo grupo Ansar al-Sharia, vinculado à Al-Qaeda. / EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.