Ofensiva israelense deixa 7 palestinos mortos

Tropas israelenses, apoiadas por tanques e helicópteros, entraram na cidade de Jenin, na Cisjordânia, e em dois vilarejos próximos nesta quarta-feira. Sete palestinos, incluindo três supostos militantes islâmicos e uma garota de 11 anos, morreram durante o ataque.Na terça-feira, tropas e tanques do Exército de Israel cercaram Jenin, mas não chegaram a invadir a cidade. Israel justificou o ataque a Jenin dizendo que a cidade havia se tornado "um vespeiro", de onde foram planejados os mais recentes atentados suicidas contra israelenses.Os soldados demoliram uma delegacia de polícia e duas casas de militantes islâmicos que, segundo Israel, serviam como centros de planejamento de ataques terroristas. Depois desses ataques, o Exército de Israel deixou Jenin.Em um incidente isolado, um palestino foi morto e três pessoas ficaram feridas quando soldados israelenses abriram fogo contra um táxi palestino na Faixa de Gaza.As incursões à cidade de Jenin e aos vilarejos de Tamoun e Arrabeh acontecem após um dia de intensa violência, quando outros três palestinos morreram em tiroteios em Jenin e na Faixa de Gaza.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.