Ofensiva no Paquistão mata mais de mil militantes

O governo paquistanês anunciou neste domingo que uma recente ofensiva militar contra o Taleban matou mais de 1.000 militantes suspeitos. O comunicado foi divulgado pelo ministro do Interior, Rehman Malik. O governo não especificou como diferenciou civis de militantes mortos.

Agencia Estado

17 de maio de 2009 | 05h51

Não foi possível verificar de forma independente a informação do governo paquistanês. As áreas atingidas pela ofensiva, incluindo o Vale do Swat, no noroeste do país, são muito perigosas para jornalistas circularem livremente.

A operação contra o Taleban começou no mês passado, mas ganhou força no Vale do Swat no início de maio.

Tudo o que sabemos sobre:
PAQUISTÃOMORTESMILITANTES

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.