Ofensiva rebelde mata mais de 100 no Iraque

Rebeldes armaram atentados com carros-bomba e tomaram delegacias de polícia em uma ofensiva orquestrada em seis cidades iraquianas, criando caos a menos de uma semana da transferência de poder para o governo provisório iraquiano. Nos combates para a retomada das delegacias e prédios públicos mais de 100 pessoas foram mortas e 320, feridas.A rede terrorista de Abu Musab al-Zarqawi reivindicou a responsabilidade pela ofensiva. A maior parte das vítimas é de civis iraquianos. Três soldados americanos foram mortos.?Subestimamos a natureza da insurgência que poderíamos encarar durante este período (de transição) e assim a insurgência que vemos agora... tornou-se um problema sério para nós?, disse o secretário de Estado dos EUA, Colin Powell, à BBC.Os seguidores da al-Zarqawi alegaram responsabilidade pelos ataques no mesmo website geralmente usado por sua organização, Monoteísmo e Guerra Santa. A declaração publicada na internet disse que ?as tropas de ocupação e os apóstatas? - referindo-se aos iraquianos que trabalham como policiais - ?foram esmagados com choque e confusão?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.