Ofensiva russa deixa 20 rebeldes mortos na Chechênia

Pelo menos 20 rebeldes chechenos morreram e outros 41 foram detidos durante uma ampla operação militar conduzida nas últimas 24 horas pelas tropas russas nas regiões de Urus-Martan e de Grozny, na Chechênia, informou hoje um porta-voz do Exército russo. Durante as operações, foram eliminados também dois campos de treinamentos e apreendidos armas, munições e medicamentos utilizados pelos rebeldes. O conflito na Chechênia, que começou em dezembro de 1994, alcançou uma trégua em 1996, que foi consolidada com a assinatura de um acordo um ano depois. Em agosto de 1999, os combates foram retomados quando grupos guerrilheiros atacaram localidades da república autônoma russa do Daguestão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.