Lefteris Pitarakis / AP
Lefteris Pitarakis / AP

Ofensiva turca deixa 60 mil deslocados na Síria em um só dia

Moradores das áreas de fronteira de Ras al-Ain, Tal Abyad e Derbasiyeh fugiram de suas casas em direção ao leste do país

Redação, O Estado de S.Paulo

10 de outubro de 2019 | 10h24

BEIRUTE - A ofensiva militar da Turquia no nordeste da Síria deslocou mais de 60 mil pessoas em menos de um dia, afirmou nesta quinta-feira, 10, um monitor da guerra. Nesta manhã, o Exército turco avançou no nordeste do território sírio como parte da campanha militar ordenada pelo presidente Recep Tayyip Erdogan.

O Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSDH) disse que um grande número de moradores das áreas de fronteira de Ras al-Ain, Tal Abyad e Derbasiyeh fugiram de suas casas, principalmente para o leste em direção à cidade de Hasakeh. 

A Turquia iniciou na quarta-feira uma operação militar no nordeste da Síria, ofensiva que desperta o receio da comunidade internacional e que tem como alvos combatentes curdos considerados por Ancara um grupo terrorista.

Para Entender

Quem são os curdos e por que a Turquia quer atacá-los?

Turcos enxergam 'ameaça terrorista' em grupo na fronteira com a Síria

Regiões próximas à Turquia, especialmente os setores de Tal Abyad e Ras al Ain, foram bombardeadas pela aviação e artilharia turca. / AFP

Tudo o que sabemos sobre:
Síria [Ásia]Turquiarefugiado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.