Oferta monetária cresceu 1,2% em junho no Japão

A oferta monetária japonesa aumentou 1,2% em junho em comparação ao mesmo mês do ano anterior, informou o Banco do Japão em um relatório preliminar.Segundo o documento divulgado pela agência de notícias "Kyodo", o balanço médio diário de M2 (efetivo em circulação, contas correntes e de poupança, além de ativos quase líquidos) ficou em 712,4 trilhões de ienes (US$ 6,195 trilhões).O Banco do Japão ressaltou que esta alta anualizada continua em alta de 1,3% registrado em maio passado. O balanço dos ativos quase líquidos caiu 1,8% pelo 79ª mês consecutivo, até 301,5 trilhões de ienes (US$ 2,621 trilhões),acrescentou o banco central japonês.Os ativos quase líquidos se referem aos depósitos a prazo fixo e outros tipos de poupanças bancárias que não podem ser imediatamente cobrados, incluindo os depósitos de divisas e de ienes dos não residentes.Os dados apresentados pelo Banco Central revelaram também que o efetivo em circulação aumentou 2,1%, para 70,6 trilhões de ienes (US$ 613,913 bilhões).Por sua vez, a demanda de depósitos (ordinários e contas de poupança) subiu 4,5%, para 319,1 trilhões de ienes (US$ 2,774 trilhões). O balanço de M1 (efetivo em circulação e demanda de depósitos) se expandiu 4,0%, para389,7 trilhões de ienes (US$ 3,389 trilhões), enquanto o balanço de certificados de depósito (CD) caiu 5,1%, para 21,3 trilhões de ienes (US$ 185,217 bilhões).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.