Oficiais de Saddam vão voltar ao Exército iraquiano

O chefe da administração civil americana no Iraque, Paul Bremer, anunciou oficialmente que ex-oficiais superiores do Exército do ex-ditador Saddam Hussein serão recrutados para ajudar a estruturar as novas forças de segurança iraquianas. Os chefes militares, bem como outros membros do Partido Baath, que dava sustentação ao regime de Saddam, desde que não envolvidos em crimes, serão reincorporados a suas antigas funções, numa estratégia para conter o apoio aos insurgentes."A maioria dos oficiais que tenham boa reputação, do antigo Exército e de outras partes, entrará no serviço nos próximos meses, à medida que o Exército iraquiano for crescendo", disse Bremer. Ele admitiu que houve erros na aplicação da política de remoção de todos os baathistas de cargos públicos. Muitos iraquianos se queixam de injustiça, afirmou, dando como exemplo professores universitários que eram membros do partido, mas não intimidavam os outros nem cometeram crimes.Bremer não fez nenhuma referência à possibilidade de integrar ex-baathistas em postos do futuro governo interino.Hoje, o diário The Washington Post destacou que os EUA querem que o governo interino iraquiano, a ser empossado em 30 de junho, tenha soberania limitada, não promulgue leis e mantenha um controle restrito sobre as novas forças de segurança do país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.