Oficial dos EUA diz que Coréia do Norte ativou reator

A Coréia do Norte reativou um reator em sua principal usina nuclear, o primeiro passo para a produção de novas armas nucleares, denunciou um oficial dos Estados Unidos. Segundo o oficial, que pediu para não ser identificado, Pyongyang tem atualmente capacidade de produzir, em questão de meses, cinco ou seis bombas de plutônio, a partir dos 8.000 bastões de combustível processado que dispõe. Com a ativação do reator, a Coréia do Norte poderá construir novas armas nucleares em cerca de um ano. A administração Bush acredita que Pyongyang já possui uma ou duas bombas atômicas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.