Oficial indiano nega tiroteio em aeroporto de Nova Délhi

Uma autoridade de segurança do aeroporto internacional de Nova Délhi, na Índia, negou relatos da imprensa sobre um tiroteio hoje no local. K.R. Singh, oficial da Força de Segurança Industrial Central (CISF, na sigla em inglês), que faz a segurança do aeroporto, confirmou que o Aeroporto Internacional Indira Gandhi foi cenário de um susto, mas não houve nenhum incidente. A agência britânica BBC havia informado que seis terroristas tinham sido mortos no local."Nós vasculhamos o aeroporto polegada por polegada e não encontramos nada. O mesmo foi feito no aeroporto doméstico. Nada aconteceu", afirmou Singh. "Todos os nossos homens ainda estão fazendo buscas, mas não encontramos nada".Mais cedo, o canal de televisão indiano NDTV informou que três tiros foram disparados de um carro no aeroporto e que forças de segurança estavam tentando encontrar o veículo. A rede não forneceu mais detalhes. A BBC chegou a afirmar que autoridades confirmaram o tiroteio. Em dado momento, a BBC disse que seis pessoas tinham sido atingidas, mas essa versão foi abandonada mais tarde.A Índia colocou seus aeroportos em alerta hoje, depois de ameaças de possíveis ataques usando aviões seqüestrados, segundo autoridades, uma semana após militantes islâmicos lançarem um ataque devastador em Mumbai. As informações são da Dow Jones.

DANIELLE CHAVES, Agencia Estado

04 de dezembro de 2008 | 20h29

Tudo o que sabemos sobre:
terrorismoÍndiaaeroporto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.