Oito civis filipinos são mortos em ofensiva

Pelo menos oito civis, incluindo trêsmulheres e duas crianças, foram mortos quando tropas filipinasrealizaram ataque a uma vila costeira numa vila remota ao sul,afirmaram oficiais nesta terça-feira. Os civis foram mortos durante missão na madrugada desegunda-feira feita por comandos navais treinados pelos EstadosUnidos para resgatar dois reféns detidos pelo grupo radicalislâmico Abu Sayyaf, segundo oficiais. "Condenamos este ato covarde", disse Abdusakur Tan,governador da ilha de Jolo, onde bandeira foram erguidas a meiomastro por luto. "Estamos solicitando uma investigação completa para colocaros culpado frente à Justiça". O comandante militar da ilha, o Major-General Ruben Rafael,reconheceu que oito civis foram mortos e que investigaçõesserão feitas para apurar o ocorrido. Rafael afirmou que os corpos dos oito civis foramencontrado longe do local da operação, sugerindo que haviamsido mortos em outro incidente. Jolo tem uma tradição de clãsde luta. "Foi uma operação legítima e estamos tentando descobrircomo estes civis foram mortos", afirmou o militar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.