Oito crianças são libertadas pelos chechenos

Os rebeldes chechenos que fizeram aproximadamente 600 pessoas reféns em um teatro de Moscou libertaram na manhã desta sexta-feira, horário de Brasília, oito crianças, informou o gabinete criado pelo presidente russo, Vladimir Putin, para tratar do incidente. As crianças aparentam ter entre 6 e 12 anos. Segunda a agência russa Interfax, sete delas são russas e uma é suíça.As autoridades russas acreditam que pelo menos 20 crianças ainda estão dentro do prédio com os outros reféns. Durante a madrugada desta sexta-feira, os separatistas afirmaram que soltariam todos os reféns estrangeiros, aproximadamente 75, até às 4h (horário de Brasília), mas a promessa não foi cumprida. No início da madrugada, os rebeldes chechenos haviam libertado sete pessoas, homens e mulheres, todos cidadãos russos, informou o porta-voz do Serviço de Segurança Federal, Sergei Ignatchenko. Cerca de duas horas antes, os chechenos libertaram duas mulheres. Na madrugada de quinta-feira, uma refém foi assassinada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.